27 fev 2017

Somos donas da nossa vida e da nossa história

Postado em: Comportamento

Então….
Eu acordo e vejo que o café não está feito.
A louça não está lavada.
Ponto para respirar e pedir pra Deus paciência porque se me der força eu levanto a casa inteira!
Faço café.
Lavo a louça.
Coloco até saco na lata de lixo, porque os inúteis não sabem fazer isso.
Socorro chega na hora da louça.
Olha.
Vê.
Se espanta.
Não fala nada porque sabe que tem uma filha pior do que uma sucuri com fome.
Aí Socorro, consegue fuder com a maçaneta da porta (normal ela faz isso quase todo dia).
Na hora de pegar o outro lado da maçaneta que caiu lá fora vem o Marechal latir pra ela, eu lato de volta com a força maior que os leões que Davi teve que enfrentar (foi Davi que enfrentou leões? Ah segue a vida…)
O Imperadora acorda e pergunta:
Que isso Marília?
Puta, porque estou com dor de cabeça, não coloquei remédio no ouvido ontem, o Vasco perdeu (nem vou comentar isso porque eu tô puta mesmo tem dias com isso), acordei as 4 da manhã, não gosto de segunda feira, enfim… Tô puta porque é meu normal.
Que isso o que Carlos Otávio? Tô gritando com o cachorro que tá querendo pegar minha mãe, quer que eu grite com o outro que acordou também.
Enfim, o Imperador foi dormir de novo, porque ele não vai segurar essa onda que é gostar de você iê digue digue iê.
P.S¹: No caso o você aí de cima sou euzinha
P.S.²: Amigas gritou cês gritam de volta
P.S³: Tô puta ainda com a mulher do cantor que eu tenho certeza que foi coagida a escrever a tal “carta”

Comentários

Comente no blog!