27 fev 2015

Como a Aromaterapia pode nos ensinar sobre restabelecer o equilíbrio e a harmonia pessoal.

Óleo Essencial - Essências da Natue - Lavanda e Hortelã

Eu já falei várias vezes aqui no blog que eu tenho Síndrome do Pânico e com isso vem a agorafobia e a depressão, pra quem possui esses problemas precisa de uma medicação adequada e terapia (seja lá qual for).

É uma doença que me deixa muito mal com a ansiedade e depressão, como já falei diversas vezes aqui no blog.

Porém os medicamentos podem nos tornar dependentes e tem alguns efeitos colaterais (que não são nada bons em mim).

Conversando com meu médico, eu expus à ele que não queria me intoxicar tanto e diminuir a quantidade, ou ao menos na dosagem dos meus remédios.

Ele me falou de algumas terapias alternativas e a aromaterapia é uma delas.

O que é Aromaterapia?

O termo “Aromaterapia” é aplicado a um ramo da Fitoterapia. “Aroma” significa cheiro agradável e “terapia”, tratamento que visa à cura de uma indisposição mental ou física.

É uma prática terapêutica que se utiliza das propriedades dos óleos essenciais 100% puros para restabelecer o equilíbrio e a harmonia pessoal.

Terapia holística por atuar nos sistemas físicos, nas emoções e na mente, promovendo a saúde física e o bem estar. Tornou-se um recurso natural muito utilizado na área da
cosmética, estética facial, corporal e higiene pessoal.

A Natue me enviou dois óleos essenciais para que eu experimentasse, sabendo dessas minhas preferências.

Os óleos essenciais são os principais componentes bioquímicos com ação terapêutica extraídos de plantas aromáticas e medicinais. Podendo ser usados em banhos, massagens, inalações, etc.

alfazema

Óleo Essencial de Lavanda Francesa da Bio Essência – equilíbrio físico, mental e emocional (saiba mais clicando no link do título)

A Lavanda é a planta mais conhecida e estudada da Aromaterapia.

Ela possui uma composição química bem complexa, com diversas propriedades terapêuticas: Anti-inflamatória, analgésica, antidepressiva, antireumático, antiespasmódico, cicatrizante, inseticida e tônico.

Com essa enorme gama de propriedades, ela é muito versátil, pode ser usada para muitos distúrbios: problemas de pele (como acne, pé-de-atleta, bolhas e caspa), dores musculares e reumatismo, asma e bronquite, cólicas abdominais e TPM, dor ciática, depressão e stress… a Lavanda é realmente impressionante! Por causa disso dizemos que sua principal propriedade é a de “equilibrante”. Trabalha em todos os sistemas do corpo trazendo o equilíbrio fisiológico e psicológico.

E o melhor de tudo: sem contra-indicações, o óleo essencial da Lavanda pode ser usado por qualquer um!

O Óleo Essencial de Lavanda Francesa da Bio Essência pode ser utilizado de diversas formas como em difusores de ambiente, em banhos, escalda pés, adicionados a loções, géis ou óleos vegetais para massagem, compressas, inalação e colar aromático.
Eu usei no banho:
Coloquei a água morna, não muito quente mais 10 colheres de sopa de sabonete líquido e 3 gotas de lavanda.
Passei essa mistura na minha bucha de banho (que é vegetal) deixando agir por pelo menos 5 minutos e enxaguando em seguida, também pode ser usado na banheira, nesse caso dissolva bem a mistura na água da banheira e entre em seguida, não fique mais de 30 minutos. Lembre de respirar profundamente e calmamente para que a lavanda possa ter um efeito maior.
Logo após os banhos que eu fazia à noite eu me sentia mais calma e o stress e ansiedade diminuíram bastante, com isso a depressão também diminuiu, pois uma das causas da minha depressão é exatamente ter a Síndrome do Pânico.
Usei também no difusor ambiental (aquele com a vela embaixo) colocando água para encher  ¾ do pote do difusor (pode ser água de torneira, mas o ideal é água filtrada ou destilada); 5 a 10 gotas de óleo essencial (dependendo do tamanho do ambiente).
Deixei a vela acesa quando a água secou eu apaguei a vela, pode também adicionar mais água.
Uma vez por dia é suficiente, o melhor momento é quando tiver mais gente no ambiente, para que todos possam se beneficiar do aroma.

Óleo de Hortelã

Óleo Essencial Hortelã-Pimenta, da Bio Essência – Um óleo importante para o nosso corpo! (saiba mais clicando no link do título)

óleo essencial de Hortelã Pimenta da Bio Essência tem inúmeras propriedades terapêuticas, sendo bastante útil no combate à fadiga mental, depressão, stress, dores de cabeça, enxaquecas, tonturas, fraqueza e estados de choque, melhorando significativamente a agilidade mental e os níveis de concentração.

Os cientistas modernos, concordam em que se trata de um forte estimulante mental e físico que pode ajudar a pessoa a se concentrar e a se manter desperta e alerta.

Além de estimular a concentração ele melhora a memória, é um purificador energético e excelente para desbloquear emoções que estão represadas. Considerado pelos terapeutas como o Óleo da transformação, por auxiliar na transformação de fortes emoções como raiva, traumas, medos, pânico, choque, histeria e ódio.

Com os remédios que tomo, durante o dia eu posso ficar um pouco lenta e perder a concentração e esse óleo me ajudou bastante nesse caso.

Em alguns casos eu diluí um pouco em água potável e apliquei diretamente na testa e nas têmporas e em outros casos eu usei com o difusor exatamente como usei o óleo essencial de lavanda.

 

Posso dizer que me deixou muito mais concentrada e atenta, além de me sentir mais leve, com menos pânico e se você está muito irritada, esse é um dos melhores tratamentos, passa rápido toda a irritação!

São diversas as ações que esse óleo oferece aos sistemas aos sistemas do nosso organismo

#Dica: Óleos essenciais ou óleos misturados devem sempre ser mantidos em lugares frios, secos, escuros e fechados.

Algumas precauções também se fazem necessárias como: Usar sempre diluído e não usar altas concentrações, pois pode causar irritação à pele.

Para saber mais sobre esses óleos e outros clique no site da Natue e confira, além disso eles estão com muitas novidades, promoções e ofertas.

Você pode utilizar os óleos essenciais, porém para diminuir os remédios para Síndrome do Pânico fale antes com seu médico.